-

O Inferno Existe: Primeiro Testemunho

Leia em PDF terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

O INFERNO EXISTE PROVAS E EXEMPLOS
Pouco antes da terrível campanha de 1812, na Rússia. Meu avô materno, o Conde Rostopkine, governador militar de Moscou, era intimamente relacionado com o general Conde Orloff, tão valoroso quanto ímpio.
Um dia, após a ceia, o conde Orloff e um seu amigo, o general V…, volteriano como êle, puseram-se a ridicularizar a religião e sobretudo o inferno:

– Mas…, disse Orloff, e se houvesse alguma coisa além do túmulo?
– Neste caso…, diz o general V…, o primeiro que morrer virá avisar o outro; de acôrdo?
– Pois não, responde Orloff.


E ambos prometeram seriamente não faltar à palavra.
Algumas semanas após, desencadeou-se um daquelas guerras que Napoleão sabia suscitar; o exército russo foi chamado às armas, e o general V… recebeu ordem de partir incontinenti para um pôsto de comando.
Duas ou três semanas depois da partida de Moscou, quando meu avô se levantara, bem cedo, viu abrir-se bruscamente a porto do quarto e entrar o conde Orloff, com roupa de dormir, de chinelos, cabelo em desalinho, olhos esbugalhados, pálido como cera.

– Oh! Orloff vós aqui a esta hora? Neste traje? Que aconteceu?
– Meu caro, responde Orloff, eu perco a cabeça; vi o general V…
– Oh! Ele já voltou?
– Não, continua Orloff, atirando-se a um divã, não, não voltou, e é isto que me espanta.
Meu avô nada compreendia e procurava acalmá-lo.

– Contai-me, então, lhe disse, o que aconteceu e o que significa tudo isto.
Fazendo grande esfôrço para se acalmar, o conde Orloff contou o seguinte:
– Meu caro Rostopckine, não faz muito, o general V… e eu, juramos que o primeiro que morresse, viria avisar o outro se há de fato alguma coisa além do túmulo. Ora, pela madrugada, enquanto estava tranqüilo na cama, acordado, sem pensar no amigo nem no juramento, abre-se de repente o cortinado do meu leito e vejo, a dois passos de mim, o general V… de pé, desfigurado, com a mão direita no peito, e me fala: “Existe um inferno, e eu lá estou…” e desapareceu. Na mesma hora corri até cá; eu perco a cabeça! Que coisa estranha! não sei o que pensar!

Meu avô tranqüilizou-o como pôde: falou-lhe de alucinação, fantasia… que êle talvez estivesse dormindo… que às vêzes dão-se casos extraordinários, inexplicáveis… E procurava persuadí-lo com outros meios termos, que apesar de nada valerem, servem para consolar os céticos. Mandou preparar o coche e acompanhou o conde à sua casa.
Dez ou doze dias depois deste estranho acontecimento, um estafeta do exército comunicava ao meu avô, entre outras coisas, a morte do general V…

Naquela madrugada em que o conde Orloff o tinha visto e ouvido, o infeliz general, saindo a estudar a posição do inimigo, foi varado por uma bala e caiu morto.
“Existe um inferno, e eu lá estou…”

Eis as palavras de um que veio do outro mundo!

5 comentários:

Marcelo Malça disse...

A paz esteja convosco irmãos católicos. Sou cristão evangélico e saúdo a todos os cristãos com a paz do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo.

Jesus conta uma parábola sobre o mendigo Lázaro e não autorizou o condenado voltar para avisar os parentes.

Jesus disse para o protagonista do inferno que os vivos daquela época tinha os escritos de Moisés.

Hoje temos a bíblia para nos alertar. Somos cristãos e NÃO ESPÍRITAS, pois nossa fé não se mistura com crendices das nações ÍMPIAS.

Marcelo Malça disse...

Não somos protestantes por não sermos católicos, mas por sermos contra o diabo. Protestamos contra a mistura de crendices que invadiu a igreja nos séculos passados, pois a fé cristã se baseia na encarnação de Deus na pessoa de Jesus Cristo.A fé Cristã se fundamenta na ressurreição de Jesus Cristo, pois está escrito que Jesus é o único mediador entre Deus e o homem. Temos grande admiração pela pessoa de MARIA, pois foi sábia e temente a Deus. Nossa irmã em Cristo Maria aguarda todos os cristãos na ressurreição dos mortos vindoura para vivermos eternamente juntos no mundo que há de vir. Nós os cristãos anelamos muito a chegada deste dia, quando encontraremos com a nossa amada e muito querida irmã em Cristo. Temos certeza que MARIA vai se alegrar muito no dia da ressurreição eterna, quando ela, Paulo, Pedro e todos os apóstolos bem como todos os cristãos fieis a santa escritura nos encontrarmos na NOVA JERUSALÉM. Muitos que idolatraram pedaço de gesso, madeira ou prata com forma humana ficarão de fora desta festa, pois nossa irmã Maria tem apenas um nome: MARIA e assim como nós cristãos apenas uma vida. aquela que ela foi mãe humana de Deus.Maria foi mãe do homem Jesus, mas jamais foi mãe do Deus vivo JESUS CRISTO. Maria é digna de todo respeito e consideração bem como todo ser humano descente e fiel também é. Todavia tenho certeza que quando Deus ressuscitar MARIA, ela vai ficar muito triste ao saber que pessoas foram enganadas pelo diabo e adoraram imagens no lugar do Deus que ela adorou e adorará toda eternidade. E o pior de tudo é que estas pessoas não poderão estar no lugar que ela estará e por incrível que pareça ela estará junto como os que não a adoraram. Pelo contrário, MARIA estará junto eternamente com todos os que receberam vida eterna em Cristo Jesus.

Bruno Gonçalves disse...

Amado Marcelo Malça,como protestante é tudo igual mesmo né! Impressionante! Em momento algum o texto citou Maria.Em momento algum a MÃE DE TODOS NÓS foi proferida.Justamente porque há discernimento naquele que escreveu esse artigo.Ainda que tal artigo seja questionável.Mas vale ressaltar suas palavras fantasiadas de amor e respeito a Igreja.Agradeço tal comportamento,mas sinto cheiro de mentira,longe.Maria não foi uma mulher qualquer,não é e nunca será.Se MARIA for uma mulher qualquer.Então todas as mulheres hoje em dia, geram Jesus.Niguem gerou o Unico Salvador,a não ser Ela.Ninguem amou tanto Jesus na Terra,a não ser Ela.Da uma lida em Apocalipee veja as metaforas usadas por João ao se referi a uma mulher COROADA,sim por mais que vc não aceite ela é RAINHA,e Quanto a sua ignorancia em falar que ela não é Mãe de Deus.Vá estudar um pouco.Pois o proprio Cristo fala em João 10:30.Vai dar uma lida em toda a Biblia pra agradar a Cristo,não aos interesses proprios.Se vc realmente tivesse entendimento da fé catolica,não se atreveria a negar dogmas de fé.Mas por não ser catolico, eu entendo.Pois so um ignorante mesmo,é capaz de se levantar do pseudo-entendorismo pra criticar a Igreja.Va estudar amado!

silvana disse...

Que coisa séria, eu louca para ler os comentários de meus irmãos de fé sobre o tema e lá vem esses prottestantes se meter e desviar o assunto, já sei, porque , vamos que o inferno exista, né, e vocês estão toda a hora injuriando a Mãe de Jesus, nossa Mãe.. e vão para lá. "amados"

Nícolas C. disse...

Não adianta discutir com quem já rasgou a Bíblia há séculos, só o fato de separar a divindade de Cristo com a humanidade já é um absurdo (ao falar que Maria deu a luz Jesus humano e não Deus...nam..), ainda botar Nossa Mãezinha no meio de uma história nada a ver... êiê.
Parabens pelo blog, muito legal^^

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui!